Cadeia da piscicultura do Território Metropolitano será fortalecida - CAR

Cadeia da piscicultura do Território Metropolitano será fortalecida

07/07/2017

Sem Título-1c

Uma equipe da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), visitou, nesta sexta-feira (07), uma unidade de beneficiamento de pescado, localizada no povoado de Baiacu, no município de Vera Cruz, Território Metropolitano.

 

Sem Título-1e
O grupo se reuniu com pescadores e marisqueiras da Cooperativa dos Pescadores e Marisqueiros de Vera Cruz (Repescar) para conhecer o trabalho realizado pelos cooperados. Na oportunidade, a Cooperativa entregou uma proposta para a readequação da infraestrutura da agroindústria.
A ação faz parte da implementação de um novo modelo de gestão, dentro do projeto da Aliança Produtiva de Pescados na Baía de Todos-os-Santos, de assistência técnica e extensão rural (ATER), desenvolvido pela Associação Humana Povo para Povo Brasil (Humana), parceira do Governo do Estado na prestação de ATER para agricultores familiares de toda a Bahia.
A Humana está acompanhando 1250 pescadores artesanais e aquicultores familiares, em parceria com a Bahia Pesca, e mais de 11.500 agricultores dos Territórios Recôncavo, Metropolitano, Velho Chico e Sisal, pela CAR/SDR, com ações relacionadas à organização social, manejo, prestação dos recursos naturais, qualidade do pescado, organização da produção, diversificação e agregação de valor e acesso às políticas públicas, visando melhorias na renda familiar e desenvolvimento da pesca e de aquicultura baianas.

Sem Título-1h
O diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, informou que a CAR possui 39 projetos de pesca, além de contar com o projeto Bahia Produtiva que tem a psicultura como uma das cadeias produtivas prioritárias para investimentos: “Estamos iniciando uma relação com a cooperativa. Queremos fazer uma parceria agora para poder levar autonomia para os produtores. Não queremos ser mais um projeto, queremos fazer um trabalho mais estratégico, dando apoio e valorizando a caminhada da cooperativa para promover a sustentabilidade do empreendimento. Essa é a nossa meta”.
Ainda segundo Wilson, a proposta será analisada para verificar de qual maneira a cooperativa será apoiada: “Entendemos que a ação que vamos promover nesse momento é emergencial e será apenas um aperitivo de um edital do Bahia Produtiva que será lançado em breve e dará consistência à essa aliança produtiva”.

A coordenadora da Humana, Sophie Reyna, explica que o projeto Aliança surge desse contexto: “O projeto visa ao desenvolvimento sustentável do setor pesqueiro e a repescar entra como elo na cadeia produtiva da pesca. Uma cooperativa que buscar agregar valor ao produto do pescador artesanal”.
A presidente da Repescar, Maria de Fátima Paiva, contou que fazem parte da cooperativa 250 associados das localidades de Juerana, Baiacu, Ponta Grossa, Campinas, Matarandiba, Matange, Caixa Prego, Catu, Jiribatuba; “Temos certeza que com o apoio da CAR vamos aumentar nossa produção e nossa renda”.

Sem Título-1j
Além do diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, estiveram presentes o coordenador do Bahia Produtiva, Fernando Cabral, o assessor do Bahia Produtiva, Guilherme Souza, o representante do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (Setaf) de Camaçari, Américo Tavares, o assessor para área de pesca e aquicultura, Alexandre Macedo, o coordenador dos editais CAR/BNDES, Anselmo Baleeiro, e o coordenador de projetos para agroindústrias da CAR/SDR, Wanderley Gomes.

Enviar notícia para amigo

PROJETOS

  • 120x90
  • logo120x90-01
  • agua para todos

MULTIMÍDIA

  • VÍDEOS
  • ÁUDIOS
  • FOTOS
  • MATERIA MARCIONILIO SOUZA 060416 JS 0329 [Download]

  •