CAR visa promover cadeia produtiva do leite no Território Médio Sudoeste - CAR

CAR visa promover cadeia produtiva do leite no Território Médio Sudoeste

15/03/2017

A Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) vem trabalhando para fortalecer as cadeias produtivas em todo o estado. Nesta terça-feira (14), o diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, visitou a micro usina de pasteurização de leite, localizada na zona rural do município de Caatiba, na perspectiva de promover a cadeia do leite no Território Médio Sudoeste.

De acordo com Dias, o Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia, atenta não somente para os projetos que foram contemplados no edital de bovinocultura, mas o que precisa ser feito para fortalecer a cadeia do leite como um todo. “Nós observamos também outros projetos que desenvolvem atividades, que já foram apoiados, no passado, pelo estado, e que precisam de um processo de reestruturação. Esse é o caso da Cooperativa dos Produtores de Leite e Derivados de Catolé (Catoleite), uma cooperativa que já tem 12 anos de funcionamento e tem investimentos, mas o parque industrial dela está desatualizado”.

Dias afirmou ainda que cabe analisar melhor a situação em que está a cooperativa para incorporá-la na estratégia global de produção da bacia leiteira da Bahia. “Analisar, em especial, o Território Médio Sudoeste, que tem um grande potencial e, é por isso que, desejamos estar mais próximos da associação, para fazer os investimentos que ela precisa reestruturando a produção de leite em Caatiba e no território”.

De acordo com o presidente da Associação de Pequenos Produtores de Leite do Vale Rio Calculé, Cláudio Ivo, são 46 agricultores familiares que produzem e entregam leite na micro usina. “A capacidade é de mil litros por dia, mas estamos trabalhando com cerca de 300 litros na produção de leite pasteurizado e iogurte”.

O superintendente de Agricultura Familiar, Marcelo Matos, também visitou a unidade. “Viemos conhecer esse projeto que já foi apoiado pela CAR em sua estrutura e, recentemente, através do edital CAR/BNDES, receberam um caminhão-baú refrigerado para fazer a comercialização dos produtos”.

Segundo Matos, a associação está demandando algumas melhorias. “Vamos analisar de que forma podemos consolidar esse empreendimento, onde mais de 40 agricultores familiares fornecem leite e dependem dele para fazer a comercialização dos seus produtos, para que possam andar com as próprias pernas”.

Enviar notícia para amigo

PROJETOS

  • 120x90
  • logo120x90-01
  • agua para todos

MULTIMÍDIA

  • VÍDEOS
  • ÁUDIOS
  • FOTOS
  • MATERIA MARCIONILIO SOUZA 060416 JS 0329 [Download]

  •