Pular para o conteúdo principal

Autorizados convênios de mais de R$ 76 milhões para alianças produtivas entre a agricultura familiar e setor privado

O governador Rui Costa autorizou, nesta sexta-feira (11), no município de Feira de Santana, a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), a executar de 53 convênios do projeto Bahia Produtiva com empreendimentos da agricultura familiar. Ao todo, serão beneficiadas 5.989 famílias, com um investimento de mais de R$ 76 milhões. Também foi autorizada a abertura de uma linha de crédito pela Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), de capital de giro, para cooperativas e associações da agricultura familiar da Bahia.

Os empreendimentos foram selecionados no edital Alianças Produtivas Territoriais, que tem como principal objetivo a efetivação de parcerias comerciais qualificadas e duradouras entre organizações produtivas da agricultura familiar e o setor privado, com o propósito de garantir acesso a mercados mais competitivos para os produtos da agricultura familiar. O Alianças Produtivas é o primeiro edital na Bahia com a finalidade de promover a relação entre cooperativas e associações com setor privado. 

O titular da SDR, Jerônimo Rodrigues, ressaltou o compromisso do governo estadual em promover essas alianças produtivas, para ampliar o acesso a mercados e, consequentemente, a renda dos agricultores familiares. Ele destacou ainda a importância da linha de crédito disponibilizada por meio da parceria com a Desenbahia: “As cooperativas, que estão recebendo infraestrutura, equipamentos, apoio logístico e de gestão, entre outras ações, por meio de projetos como o Bahia Produtiva, passarão a contar com uma linha de crédito, formando o casamento perfeito, com investimento em fomento e crédito para o capital de giro”. 

Com o aporte, as cooperativas são estimuladas a qualificar os processos produtivos e de gestão, adquirir softwares, equipamentos agroindustriais, veículos utilitários, desenvolver novos produtos, entre outros resultados que garantam acesso a mercados mais competitivos para os produtos da agricultura familiar.

A Cooperativa dos Cajulcutores Familiares do Nordeste da Bahia (Cooperacaju), do município Ribeira do Pombal, Território Semiárido Nordeste II, com 750 cooperados, foi uma das contempladas com o edital Alianças Produtivas. Os produtos da cooperativa são amêndoas de castanha de caju (natural ou frita e salgada) e Mix Bahia (Mix de castanhas e frutas desidratadas). 

Para o presidente da Cooperacaju, Ícaro Rennê Santos, a iniciativa fecha um ciclo em que as cooperativas tiveram acesso a recursos para o melhoramento de sua produção do campo, com assistência técnica, aquisição de mudas e melhorias na estrutura física da agroindústria: “Com esse convênio e as parcerias com o setor privado, conseguiremos colocar os nossos produtos, que já estão prontos, nas gôndolas dos supermercados da Bahia e do Brasil, com perspectivas para comercializar fora do país. Esse projeto é de fundamental importância para a agricultura familiar no estado da Bahia”.

Joel Feldman, presidente da Associação Bahiana de Supermercados (Abase) e dono da rede de supermercados Cesta do Povo, ressaltou que tem muito orgulho de ser baiano e de fazer parte dessa aliança produtiva: “Em nossos pontos de venda, espalhados por todos os cantos da Bahia, temos muito interesse em fomentar a agricultura familiar, primeiro porque dentro do estado tem muita gente produzindo com excelente qualidade para chegar na mesa do consumidor baiano, segundo porque considero que este é o caminho para transformar a sociedade, com a geração de oportunidades“. Feldman reconheceu também a importância da gestão do Governo do Estado que, nesse período de dificuldades nacional, assina convênios com investimentos relevantes. 

Saúde
Ainda em Feira de Santana, Rui Costa assinou ordem de serviço para a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) iniciar a construção do Hospital Clériston Andrade II (HGCA 2), com capacidade de 400 leitos, e também realizou a entrega de 21 ambulâncias.

Educação
O governador autorizou ainda a Secretaria da Educação (SEC) a iniciar obras de reforma do Colégio da Polícia Militar Diva Portela; e a Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), por meio  da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), a iniciar obras de construção da quadra poliesportiva do Colégio Estadual João Durval. As obras autorizadas somam mais de R$ 900 mil.