Pular para o conteúdo principal

Centro de Formação da SDR em Utinga disponibilizará 30 milhões de mudas de palma forrageira para agricultores familiares

Centro de Formação da SDR em Utinga disponibilizará 30 milhões de mudas de palma forrageira para agricultores familiares

Dirigentes e equipe técnica da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR) realizaram, nesta quinta-feira (17), uma visita técnica às estruturas do Centro de Formação da SDR, no município de Utinga, Território de Identidade Chapada Diamantina. Destaca-se o campo de produção de raquetes de palma forrageira, que atualmente conta com 30 milhões de mudas para serem distribuídas para agricultores familiares baianos. A ação integra o projeto de Segurança Alimentar do Rebanho, executado pela SDR, por meio da Superintendência da Agricultura Familiar (Suaf), em parceria com a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater).

Para o titular da SDR, Josias Gomes, em Utinga, a SDR tem nessa estação experimental uma alavanca para a solução da alimentação animal: "São essas palmas que a secretaria está entregando para os agricultores familiares. Atualmente são 30 milhões de raquetes de palma miúda, prontas para serem entregues aos agricultores familiares de todo o estado. E assim nós vamos criando, cada vez mais, as condições para que a agricultura familiar se torne esse exemplo de produção agrícola e econômica no nosso Estado". 

Wilson Dias, diretor-presidente da CAR,  destacou que o plantio de palma integra um programa interessante para que cada propriedade rural do semiárido tenha uma reserva estratégica de forragem: "Essa palma que é resistente à cochonilha do carmim vai ajudar aos agricultores a manter minimamente os seus rebanhos e a conviver com o Semiárido, que é a grande busca do Governo do Estado. Por isso, é prioridade procurar manter esse campo ativo e fornecer mudas, permanentemente, para a agricultura familiar da Bahia".

O responsável pela Gestão do Centro Formação da SDR, Camilo Leão, em Utinga, observou que esse é um programa de fácil acesso pela agricultura familiar: “É só procurar a Secretaria de Agricultura no município, e de lá entrar no site da SDR e se inscrever, para estar apto a receber as mudas. Essas mudas de palma miúda, resistentes à cochonilha, saem daqui selecionadas, depois são entregues nos municípios, onde um técnico vai prestar toda a orientação, para que esses produtores possam fazer o seu plantio tecnicamente viável". 

As ações do Centro de Formação da SDR, que incluem  o plantio de 20 hectares de palma adensada de variedade resistente à cochonilha do carmim , para o programa de distribuição de mudas para Agricultura Familiar, em convênio com a Cooperativa Agropecuária da Chapada Diamantina (Coopechad), cooperativa que cuida do cultivo, colheita, seleção, embalagem, transporte e entrega para os produtores de todos os municípios da Bahia.

Atualmente, o funcionamento do Centro de Formação conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Utinga. Na unidade é realizado um programa de capacitação para 70 agentes que prestam o serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater), com carga horária de 560 horas, voltado para a cadeia produtiva da bovinocultura de leite. O objetivo é capacitar esses agentes para que eles possam orientar melhor e instruir o produtor para o crescimento dessa cadeia produtiva. A ação é realizada pela CAR/SDR, no âmbito do Bahia Produtiva, em parceria com a Bahiater e Suaf, com certificação emitida pelo Instituto Federal Baiano (IF Bahiano). Também acontecem cursos de cultivo e uso da palma adensada além da formação de inseminadores.