Pular para o conteúdo principal

Empresa parceira do edital Alianças Produtivas recebe visita de representantes do governo e do Banco Mundial

Representantes da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), e do Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD/Banco Mundial) visitaram, nesta sexta-feira (03), a empresa Tia Sônia, no município de Vitória da Conquista.

A empresa foi uma das cooperativas selecionadas no edital do projeto Bahia Produtiva, o Alianças Produtivas, que tem como foco a relação comercial de cooperativas e associações da agricultura familiar com compradores do setor privado, incentivando a inclusão no mercado e atraindo empresas privadas para as oportunidades de negócio.

A especialista sênior em Desenvolvimento Rural, do Banco Mundial, Fátima Amazonas, observou que o edital tem o intuito de investir no potencial produtivo baiano: "Acredito que esse edital tenha um lado social, de valorização do trabalho do campo, e da transferência de tecnologias das empresas".

A visita faz parte da programação da Missão de Supervisão do Bahia Produtiva. De acordo com o coordenador do projeto Fernando Cabral, a atividade permite fazer um alinhamento da estratégia e da execução das ações: "Viemos conhecer a história da empresa e entender a necessidade de uma empresa como para poder aplicar nas cooperativas que apoiamos".

O Presidente da Tia Sônia, Marcos Felicio, afirmou que percebeu que com o edital essa parceria pode ser maior do que a comercial: "O empresário pode levar um pouco da experiência dele no âmbito comercial e de melhoria na forma dele comercializar e trazer novos produtos de alimentos processados e, com isso, gerar novos negócios".

O edital Alianças Produtivas é primeiro edital na Bahia de apoio às associações e cooperativas da agricultura familiar e possui investimentos de R$ 60 milhões no potencial produtivo do rural baiano.