Pular para o conteúdo principal

Experiências do projeto Pró-Semiárido são socializadas em Sobradinho

Experiências de produção agroecológica, criação de animais e gestão de água, dentre outras, vivenciadas por famílias rurais dos municípios de Sento Sé, Sobradinho, Remanso, Casa Nova, Juazeiro e Campo Formoso, estão sendo debatidas, até esta sexta-feira (22), no encontro que acontece na Escola Família Agrícola de Sobradinho.

O evento reúne técnicos e agrônomos do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa), organização da sociedade civil que presta assessoria técnica a famílias rurais atendidas pelo Pró-Semiárido, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia (SDR), com recursos oriundos de acordo de empréstimo firmado pelo Governo da Bahia e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

As experiências apresentadas e discutidas são resultado de um trabalho desenvolvido nas comunidades rurais por meio de uma metodologia chamada de “Roda de Aprendizagem”, onde os agricultores e agricultoras comentam como os arranjos produtivos foram implantados em suas propriedades e quais os resultados percebidos, especialmente na produção de alimentos para os animais, acesso à água, geração de renda e segurança alimentar.

Fabrício Nascimento, técnico do Irpaa, que expôs resultados de Rodas de Aprendizagens  feitas na região de Campo Formoso, destacou o entusiasmo das famílias com a produção de verduras e hortaliças plantadas em canteiros econômicos: “É uma forma eficiente e apropriada para se ter boa produção com baixo consumo de água”. 

O colaborador do Irpaa Laelson Mota disse que o encontro traz experiências e as  dúvidas passam a ser esclarecidas, quando os técnicos de diferentes regiões se deparam com situações semelhantes. Para Mota, essas exposições agregam mais conhecimentos e aprimoram a execução do projeto junto às famílias atendidas: “O que discutimos aqui ajuda a gente a despertar nos agricultores o quanto é necessário ter cuidado com o manejo, para alcançar uma boa renda e uma boa produção, e isso só vai melhorar a condição de vida no campo”.

José Carlos dos Santos, técnico da SDR que atua no Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (Setaf), Território Sertão do São Francisco, em Juazeiro, observou os desafios de analisar experiências de diferentes regiões e suas particularidades: “Precisamos dar continuidade a essas ações, contemplando sempre as mulheres e os jovens das comunidades atendidas pelo Pró-Semiárido”.  

A programação se encerra com atividades de campo, nesta sexta-feira (22), com a visita à experiência de gestão e reúso de águas no distrito de Massaroca, em Juazeiro. O grupo participa ainda, nesta sexta-feira (22), da inauguração de entreposto de comercialização de ovos na comunidade de Canoa, com investimentos do projeto Pró-Semiárido.