Pular para o conteúdo principal

SDR participa da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Como parte integrante da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Coordenação Executiva de Pesquisa, Inovação e Extensão Tecnológica (Cepex), está participando de atividades sobre Bioeconomia, Economia Sustentável que reúne todos os setores da economia que utilizam recursos biológicos. 

A ação, que inclui na programação atividades realizadas na Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Audiência Pública na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), é realizada a partir de uma parceria entre a SDR, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Secretaria de Educação (SEC), Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater/SDR), Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano).

Nesta quinta-feira (24), o coordenador da Cepex, José Augusto Tosato, participou de atividades como a Mesa Redonda Recursos Naturais: Desafios para uma Sociedade Sustentável e Inclusiva, realizada na Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC): “A palestra fez uma revisão crítica do conceito de Bioeconomia, tema da Semana Nacional de Ciência e tecnologia, propugnando por um modelo de desenvolvimento que reduza as emissões de gás carbônico e alertando para a indubitável gravidade do aquecimento global”.

Segundo Tosato, foi demonstrado que os 30% mais ricos do planeta contribuem com 79% dos gases do efeito estufa e os três bilhões da população mais pobres, apenas 5%: “Mas são exatamente esses mais pobres que mais sofrerão com os efeitos das mudanças climáticas. Coerente com essa linha, defendemos as potencialidades do uso racional da sociobiodiversidade pela Agricultura Familiar, a partir de seu conhecimento tradicional, inclusive com a obrigatoriedade de perceber dividendos por essa sabedoria”. 

Os eventos de popularização da Ciência, que compõem a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, fazem parte da  Mostra Interterritorial Científica e Tecnológica da Bahia, e objetivam socializar conhecimentos, tecnologia, inovação e vivências no rural, oriundos de pesquisas acadêmicas e experiências de povos e comunidades tradicionais relacionadas à bioeconomia e desenvolvimento sustentável, a partir da agricultura familiar.