Pular para o conteúdo principal

Tem agricultura familiar no Carnaval de Salvador

Tem agricultura familiar no Carnaval de Salvador

Em clima carnavalesco, a agricultura familiar pede licença para seu bloco passar. São mais de dois mil produtos que podem ser consumidos fora ou dentro do circuito da folia. E neste ano, pela primeira vez, produtos das cooperativas baianas marcam presença nos circuitos Dodô/Barra Ondina e Osmar/Campo Grande. 

Tem a Banana Chips da Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan). Nutritiva, leve, crocante, sequinha, nos sabores pimenta, salgada, natural e com canela e açúcar. Tem também os produtos orgânicos da Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc), presente com doce de corte de umbu, as geleias de umbu e de maracujá da Caatinga. 

Já a Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado e Adjacências (Coopfesba) traz para o circuito carnavalesco as barrinhas de chocolate com 70% de cacau e a Cooperativa Agroindustrial de Itaberaba (Coopaita) vai energizar a avenida com as barrinhas de cereais nutritivas de abacaxi, jaca e umbu.

Para o representante da Coopaita, Eder Lima, é essencial uma alimentação saudável, não só no carnaval: “Temos um produto que é saudável, de fácil manuseio, que pode ser levado no bolso e que dá aquele gás pra pular, dançar e se divertir. É saboroso e nutritivo”.  

Os produtos da agricultura familiar da Bahia prometem conquistar os foliões e garantir dias de folia com muita energia e alegria. Essas delícias poderão ser encontradas em camarotes como o Band Folia 2020, em Ondina, e da TVE Bahia, no Campo Grande e em diversos pontos comerciais da capital baiana, garantindo uma alimentação saudável, antes, durante e depois de o trio passar. 

Castanha de caju, nibs, tapioca, palmito, licuri, farinha de copioba, mel e flocão de milho também são opções de alimentos saudáveis, produzidos pela agricultura familiar da Bahia, que podem ser consumidos durante a folia, mas também nos outros dias do ano. 

A nutricionista Tâmara Ferreira destaca que, principalmente, em momentos de festa como o carnaval, o gasto de energia corporal aumenta, e o cuidado com a alimentação é necessário para evitar situações indesejáveis, que podem interromper os festejos: “A agricultura familiar é uma forte aliada para a manutenção da saúde. São produtos mais saudáveis, já que não utilizam agrotóxicos, fornecem uma maior quantidade de sais minerais, vitaminas e de compostos, bioativos que vão contribuir para tratar e prevenir doenças, além de contribuir para a sustentabilidade do nosso planeta”.

Pontos de venda
O público pode adquirir em lojas como Grão de Arroz (Pituba), Viva o Grão (Corredor da Vitória, Pituba e Vilas do Atlântico), Saúde na Panela (Pituba), rede de supermercados Walmart, Todo Dia e Almacen Pepe (Pituba), Bodexpress (Imbuí), Mercado do Rio Vermelho e na Rede Moinho, que funciona na Feira Agroecológica da Universidade Federal da Bahia (UFBA/Ondina), todas às sextas-feiras, das 7h às 13h.

As cooperativas da agricultura familiar participam no Carnaval com apoio do Governo do Estado, por meio do Bahia Produtiva e Pró-Semiárido, projetos executados pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio de empréstimo do Banco Mundial.