Pular para o conteúdo principal

Casa de mel e cera é inaugurada na Escola Família Agrícola de Sobradinho

Cerca de 200 estudantes da Escola Família Agrícola de Sobradinho (EFAS) passaram a contar com um laboratório de beneficiamento de mel e produção de cera. A unidade de processamento construída pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), inaugurada no domingo (16/06), será um espaço pedagógico que vai unir teoria e prática e assegurar geração de renda para a escola.

O investimento de mais de 439 mil reais terá um importante impacto para a EFAS como afirma o diretor da Escola, Bruno dos Santos Silva. “Hoje, com este empreendimento, a gente consegue beneficiar o mel da forma adequada, conforme rege a legislação, inclusive por meio desta ação do Governo do Estado, a gente coloca o produto dentro da embalagem e já temos o nosso próprio rótulo”.

A estudante Íris Raiane, da comunidade Campo Grande, em Pilão Arcado, salientou a relevância do espaço para que ela e os demais estudantes possam construir e compartilhar conhecimentos. “A casa de mel foi de suma importância para a escola e para nós estudantes, pois agora a gente pode fazer o beneficiamento e adquirir o conhecimento em aulas práticas e repassar para as nossas comunidades”.

O empreendimento já está certificado pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e, com isso, os produtos beneficiados podem ser comercializados dentro do município. A validação foi feita pelo Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território do Sertão do São Francisco (Constesf), instituição responsável pela fiscalização e emissão do SIM no território.

O diretor Bruno dos Santos Silva comemora a chegada do selo e ratifica a importância deste para inserção do mel produzido na Unidade Escolar para o mercado local. “Esta semana fomos aprovados pelo Selo de Inspeção Municipal (SIM). Diante disso, a gente entende que além do mel ser produzido na escola para consumo a gente consegue comercializar na região”.

Este é o terceiro empreendimento que o Estado implanta na Escola por meio do Pró-Semiárido, Projeto executada pela CAR, empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), cofinanciado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida). Além da casa de mel e cera, a EFA conta com uma casa de ração e um Sistema de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS).

Fotos: Elka Macêdo e Vânia Barros